Exposição disseca instrumentos usados na história do rock

Play It Loud - Instruments of Rock and Roll fica até outubro no Metropolitan Museum, em Nova York

O Metropolitan Museum exibe em Nova York, a partir desta segunda-feira (8), a exposição Play It Loud – Instruments of Rock and Roll. Repleta de objetos que fizeram a história do rock, a exposição disseca a influência do gênero que em 70 anos ajudou a mudar a cara da moda, dança, sexualidade e a liberdade de expressão no mundo moderno.

São guitarras, baixos, saxofones, pianos, violinos e até instrumentos medievais expostos na primeira exposição de um grande museu de artes visuais inteiramente dedicada à história do rock. O destaque vai para as guitarras elétricas, que formataram o som característico do rock´n roll. Elas são maioria entre os cerca de 130 objetos na exposição.

Estão por lá a Fender “The Hoss”, tocada por Muddy Waters até sua morte, em 1983; a Gibson ES-350T, com que Chuck Berry gravou Johnny Be Goode, em 1958; e a Rickenbacker de 12 cordas, com a qual John Lennon gravou A Hard Day’s Night, em 1964. A Warlock vermelho metálico de Max Cavalera, da banda brasileira Sepultura, também está presente, representando a fase das guitarras preferidas do heavy metal  e hard rock nos anos 80.

Veja abaixo algumas imagens:

A exposição fica no Metropolitan até o dia 1º de outubro e depois segue para o Rock & Roll Hall of Fame, em Cleveland.

Promoções da Cidade